IMG_4409Na culinária de Santa Hildegarda, você utiliza alimentos saudáveis, frescos, que variam segundo as estações e que sejam, de preferência, locais.1

O alimento base aqui é o TRIGO ESPELTAque é utilizado nas suas mais variadas formas (grãos, arroz, farelo, farinha etc) sendo seguido de perto principalmente pelos legumes, alguns tipos de carne, frutos e frutas (sempre de estação).

A Alimentação Hildegardiana não é vegetariana mas é perfeitamente adaptável tanto para os vegetarianos quanto para os veganos. Além disso, o consumo de carne nesta alimentacão é feito com parcimonia pois Hildegarda tende à privilegiar mais o que vem da terra do que o que vem dos animais. 

Na alimentação deixada por Hildegarda de Bingen, há alguns alimentos que são desaconselhados e outros que são banidos do prato. Estes últimos, são conhecidos como os "Venenos da Cozinha"1. Há também alguns alimentos que são recomendados crus enquanto outros devem ser consumidos cozidos.

Trata-se de uma culinária simples, onde o tempo passado na cozinha é recompensado tanto pelo sabor delicioso da comida como pelo bem geral que ela traz à nossa saúde (num todo).

Segundo Hildegarda de Bingen, as refeições devem ser preparadas num bom estado de espírito - na alegria, de preferência! Lembre-se que você também "vai comer o seu estado mental e emocional", ou seja, as energias que você traz consigo (e deposita na comida, mesmo que inconscientemente) enquanto cozinha.

Exemplo de uma refeição hildegardiana (o exemplo aqui está num estilo mais europeu, com alguns alimentos típicos da Europa)

Café-da-Manhã

habermus com leite de amêndoas ou

pão de trigo espelta com manteiga e chá ou tisana de erva-doce ou café de trigo espelta  

IMG_4444

Almoço 

entrada (opcional)

sopa de legumes (inverno) ou

bolo de legumes ou

torta de legumes ou

salada de alface com grãos de trigo espelta ou

beterraba cozida ou

etc

prato principal

trigo espelta na forma que desejar: grãos, arroz etc +

legumes cozidos (funcho, abóbora, grão-de-bico etc) +

pão de trigo espelta +

(alguma proteína animal): peixe, ovo, carne etc

sobremesa

creme de amêndoas ou castanhas (marrons) ou

purê de frutas (maçã, pêra, marmelo etc) ou

iogurte de frutas 

etc

Janta

A janta não muda muito do almoço mas aconselha-se que ela seja mais leve e que alimentos "pesados" para a digestão - como a carne, por exemplo - sejam evitados. Uma sopa de legumes é uma "boa pedida".

Notas:

1. "É uma regra de bom senso em consumir o que foi produzido no próprio solo, ou ainda, em proximidade." Hildegarda de Bingen

2. Infelizmente, o trigo espelta não é muito difundido no Brasil;

3. Veja a categoria: Venenos da Cozinha aqui neste blog.

IMG_0486